A música é uma forma de Arte? Confiara!

Cantar é uma forma de arte que funciona com sons, tais como instrumentos e vozes. É uma forma relativamente antiga de expressão artística que remonta aos tempos pré-históricos e contém gravações semelhantes ao que chamamos de canto. É uma forma de arte muito comum no mundo e é até usada para representar e reproduzir os sinais de uma cultura.

Como se define o canto na arte que ele representa?

A canção pode ser entendida como a arte de criar efeitos estéticos através de fenômenos acústicos, que é uma definição mais ampla e rigorosa. Canção como arte é uma forma de criar ou transmitir beleza.

O que é arte musical?

É uma forma de arte que se baseia essencialmente numa combinação de sons e silêncios, de acordo com a antiga organização do tempo. Cantar (do grego musiké téchne, a arte da música)1 é uma forma de arte que consiste essencialmente de uma combinação de sons e silêncio, de acordo com uma organização anterior no tempo.

Quais são os 4 tipos de arte?

Temos a oportunidade de descobrir 4 grandes gêneros artísticos que deixam espaço para outros 3: pintura, literatura, música e escultura.

Veja:

Como Tocar Violino: Guia Completo!

Dicas Essenciais de fotografia para Iniciantes

O que é música?

Muitos pesquisadores concordam que a música estimula a mente humana, promove a igualdade, proporciona uma atmosfera agradável, permite a concentração e desenvolve o raciocínio, especialmente em áreas que requerem reflexão.

O que é música?

Afinal, o que é uma canção? Pedagogicamente, uma canção é composta de música, harmonia e ritmo. A música é a voz original do barulho que pode ser cantada. Harmonia é a seqüência de notas que está subjacente a uma canção.

Qual é a capacidade da música?

De acordo com vários pesquisadores, a melodia é conhecida por orientar a mente humana, promover a estabilidade, proporcionar um agradável estado de conforto, facilitar a concentração e desenvolver o raciocínio, especialmente na meditação.

Qual é a principal função da música?

A principal função do canto, então, é a oportunidade que ele proporciona para uma variedade de expressões emocionais – a expressão de pensamentos e idéias, a possibilidade de alívio e talvez a resolução de conflitos, a expressão da criatividade e a expressão da hostilidade (Merriam, 1964, p. 219).

Quais são os quatro principais idiomas da arte?

As artes incluem pelo menos quatro idiomas claramente definidos: artes visuais, canto, teatro e dança. Além disso, outras linguagens, como filme e performance, fazem parte do projeto artístico, mas são estas quatro linguagens que o estruturam.

Quantas artes existem?

Existem atualmente 11 tipos de arte: canto, dança, pintura, escultura, teatro, literatura, cinema, fotografia, quadrinhos, jogos de computador e arte digital.

O que o canto diz às pessoas?

A música anima, cria atmosfera e melhora. Também acalma. Permite o aprendizado e a concentração, fortalece as relações e estimula os sentidos. Espera-se que se torne um tema freqüente de análise no campo da neurociência.

Qual a importância da música?

Melodia: a arte de expressar os diferentes sentimentos de nossa alma através do som. Uma canção é dividida em 3 partes: música, harmonia e ritmo. Música: é uma combinação de notas consecutivas ouvidas uma após a outra. Harmonia: é uma mistura de sons ouvidos simultaneamente.

Qual é a função social da música?

Porque a melodia é uma construção humana e uma forma de expressão, e porque os seres humanos são por natureza seres sociais, ela logicamente cumpre as funções sociais apropriadas. A melodia une as pessoas e permite que elas compartilhem seus pensamentos, sentimentos e experiências.

Qual é a capacidade da melodia para dar uma resposta?

Função comunicativa: ocorre quando uma canção comunica algo, tal como uma emoção. Representação simbólica: o ambiente nas composições musicais simboliza as idéias e atitudes da sociedade da época. Expressão emocional: relacionada com a liberação de emoções.

Como Tocar Violino: Guia Completo!

O violino é um instrumento musical com cordas curvas e um som suave e enfeitiçante. A primeira versão apareceu na Itália no final do século XVI graças à invenção do violinista italiano Gaspar de Salò.

Embora tenha um som suave e enfeitiçante, pode ser muito demorado se não for dominado.

Saiba como aprender a tocar violino:

1) Escolha um violino apropriado para começar a tocar.

O primeiro passo para quem quer aprender a tocar violino é escolher o instrumento certo. Se você é um iniciante, não precisa gastar muito com marcas famosas, mas pode escolher um violino adequado a um preço mais baixo. Neste caso, o valor está entre R$ 200,00 e R$ 900,00.

Há alguns aspectos a considerar ao comprar um violino. Primeiramente, escolha um instrumento em seu tamanho real. Algumas variantes têm dimensões menores que podem não ser interessantes para a prática.

No início da fase de aprendizagem sobre o violino didático, será mais difícil fazer um som amigável. Portanto, é importante comprar um violino de um revendedor de renome para evitar a obtenção de um produto com defeitos que só podem se tornar aparentes durante as aulas.

Se você comprar on-line, certifique-se também de que o instrumento é de boa qualidade, caso contrário, os reparos podem ser caros.

Depois de inspecionar o violino, não deixe de verificar seu equipamento. O instrumento tem 4 cordas afinadas da mais alta para a mais baixa e deve ser acompanhado por um arco e um estojo, que idealmente deve ser rígido, pois é um instrumento bastante delicado. Existem basicamente 3 tipos de cordas:

  • Tripa de carneiro, que tem uma maior variedade de sons, mas o preço é mais alto e a proteção é mais complicada,
  • aço cromado, que embora elegante e brilhante, pode ter um som de ranger,
  • plástico, geralmente revestido com tiras de alumínio, níquel ou prata.

Os iniciantes são aconselhados a escolher um violino com um núcleo de cordas sintéticas, como o nylon. Ao fazer isso, avalie também a qualidade do arco.

As cordas devem ser da mesma cor clara e devem ser novas ou recentemente substituídas. Se o arco estiver desgastado, substitua as cordas para evitar danos. Verifique as cordas do arco antes de começar a tocar.

As cordas devem ser lisas e ter espaço suficiente entre elas. Em seguida, aplicar o breu no arco. A colofónia é uma resina que causa ruído porque cria fricção entre a asa e o fio.

Segure o colofão no lado com nervuras e passe-o suave mas firmemente 3 ou 4 vezes ao longo do cordão. Se a altura do arco for suficientemente alta, o som do violino se torna estridente, mas isto não é uma desvantagem.

Após algumas horas de tocar o instrumento, o som voltará ao normal. O violino deve agora ser afinado.

2) Aprendendo a afinar um violino

Tire o instrumento da caixa e afine as cordas em ordem, da menor para a maior, nas teclas de G, D, A, E. A afinação é feita com a ajuda de afinadores, os pedaços de madeira aos quais as cordas estão fixadas; basta girá-las no sentido horário ou anti-horário até que as cordas estejam em repouso.

Para descobrir como cada corda deve soar até encontrar a afinação correta, você pode baixar um aplicativo de afinação de violino (há muitos gratuitos). Use este aplicativo para tocar cada acorde e o aplicativo lhe dirá se você deve apertar ou soltar o acorde até que você chegue ao ponto perfeito.

3) Aprenda a usar o arco depenando as cordas.

Se você quiser tocar violino, você deve puxar as cordas com o arco. Toque o arco ao cordão com uma leve pressão e desenhe o arco o mais reto possível ao longo do cordão, paralelo à ponte. Os principiantes devem tentar manter suas mãos o mais distantes possível do ombro do violino.

4) Aprendendo a posição correta

Para aprender a segurar o violino perto do corpo, é preciso primeiro aprender a segurar o arco corretamente. As mãos devem estar relaxadas e livres e fechar discretamente.

O dedo indicador deve estar na almofada, ou seja, na parte almofadada do arco, e o dedo pequeno na parte plana do arco ao redor da base, ligeiramente dobrado. O polegar deve estar sob o arco, na frente do cotovelo, na parte de trás ou na parte de trás do arco, onde descansam os dedos lateral e médio, com a parte do meio conectada ao dedo mindinho. Esta colocação está bem ilustrada na figura a seguir:

Sua mão não deve estar perto ou descansando sobre o arco, pois isso afetará seu controle do arco.

Quando tiver o arco na mão, coloque o violino didático plus corretamente sobre seu corpo. Primeiro, manter o corpo da pessoa em pé, com a parte superior do corpo para frente e os membros parcialmente abertos, para não perder o equilíbrio. O violino deve ser colocado logo acima da clavícula esquerda e descansar discretamente sobre o ombro esquerdo. Enquanto segura o instrumento na posição horizontal, incline-se para a direita e segure-o com seu queixo:

É recomendável que você compre um descanso para o queixo para garantir que o violino esteja corretamente posicionado. Os descansos para queixo são dispositivos ergonômicos baratos feitos de plástico.

5) Comece a tocar as primeiras peças.

O bastão da mão direita controla a pressão do arco nas cordas, o que influencia o tom e o volume alcançado. Quanto maior for a pressão, mais alto será o som. Entretanto, se for aplicada muita pressão, o som se torna duro.

Passar gradualmente a outras notas sobre as outras cordas. Tente tocar 4 notas em cada corda e preste atenção à pressão inicial para obter um som limpo. Com a prática, você poderá melhorar sua posição de mãos e alcançar notas mais altas.

Comece a praticar com repertório relativamente fácil, tal como a introdução à “Noite Silenciosa”. Somente passe para peças mais difíceis quando for capaz de produzir notas adequadas para as peças mais fáceis.

6) Armazene seu violino adequadamente

Após praticar, retire a resina de seu violino, limpando as cordas, o pescoço e a ponte com um pano macio, limpo e seco. Os depósitos de resina na borda do arco não devem ser removidos. Além disso, não deixe o arco sob tensão ao armazená-lo, pois isso pode danificá-lo.

Finalmente, é importante salientar que a otimização de seu aprendizado depende de sua perseverança e do tempo que você dedica ao violino a cada dia. Comece praticando todos os dias por curtos períodos (15-20 minutos) para que você não perca o hábito. Para os iniciantes, a paciência é importante, pois são necessários anos de prática para dominar um instrumento musical.

7) Escolha a lição ideal para praticar em casa.

Aprender a tocar violino do zero é adequado para professores e alunos que não têm o treinamento ideal ou para iniciantes que estão apenas começando.

Estas lições foram preparadas pelo professor Jean de Oliveira, que demonstra de maneira simples e fácil como tocar bem o violino. Além de professor, ele é violinista e músico profissional. O curso foi criado com o objetivo de levar o maior número possível de pessoas a tocar bem o violino online.

O curso é divertido desde a primeira aula e consiste em dezenas de exercícios divididos em aulas em vídeo consecutivas, onde o aluno tem que praticar os exercícios todos os dias de acordo com as instruções para obter os melhores resultados. É importante não assistir à próxima lição sem ter praticado a lição anterior, pois não há otimização se você não praticar calmamente.

Cada lição foi registrada profissionalmente de diferentes ângulos para mostrar como cada lição pode ser perfeitamente executada. O professor explica de forma agradável, lenta e clara cada detalhe dos movimentos que o aluno tem que repetir.

As lições são baseadas em uma das melhores e mais clássicas rotinas para o violino.

É importante notar que os pilares da música e para tocar bem o violino, é necessário continuar todos os exercícios em cada período proposto pelo professor. Um estudante disciplinado e metódico pode começar no início com este material e progredir facilmente para o nível intermediário.

Se gostou das dicas curta e compartilhe nosso conteúdo

8 Dicas de Sublimação Para Quem Está Começando – parte 2

continuamos com a  nossa segunda parte do nosso artigo com mais 5 dicas para sublimação para você que é iniciante no mercado de estamparia.

Orientação 1 – Produtos para purificação

Porém logo, a purificação serve unicamente para camisetas tecidos? Não, a acrisolamento é provável em muitos tipos de produtos. Veja com que gênero de você deve trabalhar:

  • camisetas
  • azulejos
  • chinelos
  • canecas de porcelana
  • almofadas
  • pedras
  • metais
  • body para bebês
  • mouse pad
  • repercussão bags
  • uma infinidade de outros materiais, basta a máquina certa produtos próprios para purificação.

Orientação 2 – Tipos de máquinas para purificação

 

Você almeja entrar no mercado de estamparia ainda não sabe que o classe de que você deseja vender? Veja pequeno número de dicas de máquinas para você cavalgar seu negócio:

1 – Máquina de Exarar Camisetas – Prensa Plana – Ideal para gravar produtos planos como bolsas, azulejos, camisetas, pedras, repercussão bag etc. Além da purificação, você deve trabalhar com outros tipos de estampas que sejam mediante termo transferência.

2 – Máquina de Exarar Canecas – Estampa canecas de porcelana própria para acrisolamento, canecas em acrílico (é necessário um culote para não deformar a caneca), canecas de vidro, canecas de chopp squeezes.

3 – Máquina de Exarar Pratos – Estampa pratos em cerâmica.

4 – Máquina de Gravar Bonés – Estampa Bonés chapéus.

5Máquina de Exarar Copos de Acrílico: É provável gravar mas de 100 tipos de produtos em acrílico, plástico PS transparência; por exemplo Copos Long drink, taças de acrílico, baldes plásticos, MDF bastante mas.

Escolha seu nicho ou monte seu empresa de estamparia. Conheça toda a traço de máquinas para exarar da Rimaq.

Orientação 3 – Pressão, tempo temperatura

A pressão da sua máquina, o tempo a temperatura são bastante essenciais no processo da acrisolamento, porque a combinação dos três vai intervir no resultado final do seu . Qualquer possui uma pressão, tempo temperatura ideal.

Pressão – Caso sua máquina esteja regulada com a pressão errada, sua estampa poderá transpor com falhas sombras. Caso esteja com muita pressão, poderá quebrar produtos como azulejos até queimar o material. Logo ache o tema correto da pressão para qualquer .

Tempo – Da mesma maneira que a pressão, qualquer possui um tempo ideal para purificação. Caso a estampa fique pouco tempo, possívelmente sua estampa não será transferida 100%. se permanecer bastante tempo, poderá amarelar a estampa, deformar o material até queimar.

Temperatura – As temperaturas mas usadas na purificação são entre 180º 200º, porém isso deve mudar conforme a elaboração do seu . A temperatura é forçoso para a transferência da estampa do papel para o material. Caso a temperatura esteja do ideal, será necessário mas tempo.

Veja mas dicas de acrisolamento cá: Acrisolamento – Temperatura Tempo

Orientação 4 – Estampas

Agregue montante ao seu com estampas próprias ou personalizadas, como logos, orações caricaturas. Use sua originalidade para se evidenciar no mercado. Se você não sabe fazer estampas com programas de edição de imagens ou não sabe riscar, existem duas soluções:

  • adquirir estampas prontas em páginas como Mercado De forma livre;
  • ou contratar designers para fazer suas estampas.

Além de parcerias com grafiteiros, ilustradores bancos de imagens.

Banco de Imagens: rede.gettyimages.com.br

Contrate um Programador visual: rede.99freelas.com.br

Indicação 5 – Como vender meus produtos

Já falamos cá pequeno número de dicas de como encetar seu próprio negócio, porém as pessoas ainda ficam na incerteza. Receita que necessita um menor investimento é a venda de brindes empresariais, porém ela exige maior qualidade no auxílio no resultado final do . Nesse padrão de negócio você ganha no volume de venda, porém com valores unitários mas baixos.

Outra opção é uma loja virtual, onde seu investimento será com estalagem, registro do domínio um programador, caso você não saiba como acavalar uma. Existem sistemas prontos, como Woocommerce, Open Cart, Magento etc.

que tal uma parceria com lojas físicas, lojas virtuais, supermercados, entre muitos outros, em que você paga uma porcentagem da venda?

se você reunir condições de investir alguma coisa mas, invista na seu grife, quiosques em centro de compras ou lojas físicas.

Indicação 6 – Escolha do equipamento

Pequeno número de a chamam simplesmente de máquina de exarar camisetas, entretanto, existem muitos modelos de prensas no mercado fazer uma boa escolha depende de permanecer circunspecto a poucos tópicos.

não existe escolha certa ou errada: tudo vai depender do trabalho que você quer realizar. O primeiro passo é definir quem vai ser seu usuário. Você vai lançar tendência, fazer camisetas personalizadas ou pegar encomendas para festas infantis casamentos?

Isso porque uma camiseta que será usada em um único acontecimento talvez não precise ter a mesma espaço de um item que o usuário adquire para utilizar constantemente. Lembre-se constantemente de que o equipamento que você utiliza possui impacto direta na qualidade do .

Baseado no pano, no tamanho no classe de estampa, é provável estabelecer que a prensa térmica que vai atendê-lo. É naturalmente que o espaço que você terá para trabalhar também deve ser levado em conta na hora de fazer a escolha.

É essencial também eleger um equipamento que tenha assistência técnica conseguível facilidade em comprar peças de reposição. não há desvantagens em encetar com um equipamento mas fácil ir evoluindo com o tempo. Só não compre de antemão de tirar todas e cada uma das suas dúvidas, porque uma má escolha poderá levá-lo a prejuízos em seu negócio.

Indicação 7 – Escolha o papel

O papel empregado também varia como o seu equipamento. Caso você use uma impressora jato de tinta com tinta pigmentada, você só conseguirá exarar camisetas. classes de papel disponíveis para essa variante são unicamente 2: transfer white trasfer black, para camisetas brancas escuras, respectivamente.

Profissionais que optam por impressoras a laser também têm a opção de exarar outros tipos de material, como canecas, canetas, réguas, chaveiros tudo o mas que a originalidade permitir. Neste caso, além dos 2 tipos de papel transfer usados para camisetas, ainda há determinados tipos destinados à estampa desses materiais rígidos.

Para a purificação, existem sobretudo 5 tipos de papel: papel matte próprio, papel albugíneo resinado, papel profundeza azul, papel altura rosa papel altura amarelo. Esses últimos são capazes de permitir a transferência de toda a tinta para o material, sem que fique retido no pano.

Uma indicação essencial é utilizar esse papel matte singular para materiais que não são resinados. Essa atitude costuma conferir melhor qualidade ao resultado.

Orientação 8 – Diferença entre os procedimentos

Deve ser que você tenha dúvidas sobre a diferença entre purificação, transfer a laser transfer a jato de tinta. A acrisolamento usualmente é voltada para materiais brancos 100% poliéster.

Então, você deve utilizar um equipamento com tinta sublimática para camisetas brancas outro com tinta pigmentada ou laser para exarar camisetas de algodão de outras cores.

O transfer a jato de tinta deixa imprimir peças de variadas cores. É essencial descobrir que esse gênero de de transfer estaca com uma aspecto de material plastificado depois a emprego.

O ideal é recortar as bordas brancas, com intenção de elas não passem para o material. Outro fator relevante é que a espaço desse é menor, em razão de a estampa deve “rachar” depois pequeno número de lavagens.

O transfer a laser é aplicado com prensa térmica serve para gravar uma série de materiais, como camisetas, mochilas estojos. Não é necessário trabalhar com este o jato de tinta concomitantemente. Você deve selecionar somente um dos 2, conforme o que vai comercializar.

Debutar depende unicamente de você!! Espero que nossas dicas de purificação ajudem você a ter seu próprio negócio , o principal, lucrar com as vendas de produtos sublimáticos.

Bons negócios para você aproveite essas dicas de acrisolamento! Se você gostou, assine a nossa newsletter receba em seu mail, em primeira mão, mas conteúdos como este.

Parte 1 – leia aqui

5 Dicas de Sublimação Para Quem Está Começando – parte 1

Gravar imagens em camisetas com outros materiais vem sendo a opção encontrada por varias pessoas que desejam empreender para driblar a crise. As dicas de sublimação são constantemente muito bem vindas diante disso.

Se você está vibrando com a possibilidade de ter o seu próprio negócio, porém juntamente receoso sobre como investir de modo correta, siga lendo. Este post certamente fará com que você se sinta mas tranquilo.

Atualmente vamos entregar 10 dicas de sublimação para prosperar o seu processo, reduzindo o dispêndio aumentando o lucro. Depois das falhas e acertos, além das dúvidas de nossos leitores, resolvemos compartilhar um número de dicas em duas partes que vão auxiliar quem está começando no mercado de estamparia.

Partindo qualquer uma dessas dicas de sublimação, você fará produtos com mas qualidade menos desperdício.

Orientação 1 – Impressora

 

Uma das mais grandes dúvidas de nossos compradores é que impressora utilizar para trabalhar com sublimação. Aconselhamos que você escolha a impressora que já possua o sistema para guarnecer a tinta.

 

A Epson tem uma traço chamada Repercussão tank, cujos modelos possuem este tanque extrínseco de quatro cores (CMYK) onde, em vez de guarnecer a tinta que acompanha a caixa (tinta para sentimento geral dia-a-dia), será necessário colocar no sistema a tinta sublimática em sua devida cor no tanque fazer o processo convencional que o manual da impressora pede para reconhecimento.

 

Orientação 2 – Papel sublimático

 

Outra incerteza campeã em nossos canais Facebook Live é que papel utilizar o que é papel sublimático. Papel Sublimático é um papel que facilita a transferência da tinta sublimática para o , graças a um tratamento recebido que evita que o papel absorva a tinta , com a subida temperatura da prensa, transfere a tinta para os produtos.

 

Existem numerosos tipos de papéis sublimáticos no mercado, para todos e cada um dos bolsos, porém se você almeja qualidade casar preço aos seus produtos, tente evitar utilizar papéis de baixa qualidade.

 

O papel transfer sublimático mas empregado no mercado é o reconhecido “fundura azul”, que é chamado desta forma por ter uma de suas faces na cor azul.

 

Esse papel “fundura azul” transfere 100% da tinta para seu , devido ao revestimento de acetato peculiar, fazendo que as cores sejam mas vivas fiéis à arte original.

 

Modelos de papel que você deve utilizar para acrisolamento: papel fundura azul, papel alvo resinado, papel altura rosa, papel profundeza amarelo papel Matte.

 

Orientação 3 – Tinta sublimática

 

A tinta sublimática é uma tinta à sustentação de agua, peculiar para a termotransferência em produtos que tenham poliéster em sua formação ou tratamento. Opte por tintas de boa qualidade ou até mesmo as tintas sublimáticas originais da Epson. Lembre-se que o “barato sai dispendioso”.

 

Não é provável sublimar com tinta colorante (utilizada particularmente para sentimento de fotografias) nem com a tinta pigmentada (tinta geral que vem em impressoras).

 

A qualidade da tinta também influencia na qualidade do que você vai personalizar para seus compradores. Você deve achar tintas sublimáticas de supimpa qualidade em nosso website, o Rimaq Loja.

 

Orientação 4 – Lona para acrisolamento

 

Lamentavelmente nem tudo é perfeito no planeta da sublimação. A técnica só é provável em tecidos que tenham em sua constituição o poliéster ou produtos que receberam um tratamento à apoio de poliéster.

 

Quanto maior for a porcentagem de poliéster no , mas vivas serão as cores da estampa. Existem três categorias de tecidos para acrisolamento: Malha partido popular (100% poliéster), Malha PV (67% poliéster 33% viscose) Malha PA (50% poliéster 50% algodão).

 

Não é provável exarar em algodão? Não, a estampa até passa para o lona, porém com uma cor mas opaca que vai saindo depois pequeno número de lavagens.

 

Indicação 5 – Sublimação em tecidos escuros de algodão

 

“Ué, na orientação 4 você diz que não era provável gravar algodão por meio da acrisolamento!”. Verdadeiramente não é, porém existem técnicas que possibilitam utilizar a sublimação num lona de algodão ou tecidos escuros.

 

Já vamos explicar, porque é o mesmo processo para tecidos escuros. Para se exarar no algodão ou tecidos escuros, será necessário o Sublitexx, que efetivamente é um termocolante que tem, em uma de suas faces, um pano nevado à apoio de poliéster.

 

Quer dizer, você vai exarar o pano do Sublitexx depois passar a estampa para o lona por meio do termocolante. A diferença do Sublitexx para os outros tipos de papéis transfer é a sua espaço a possibilidade de gravar por sublimação em tecidos de algodão escuros ou claros. Percebe?

 

Você deve gravar também com papel transfer a laser, transfer dark ou transfer light, porém nenhum desses papéis são para a técnica da acrisolamento a espaço é menor que a do Sublitexx.

 

Parte 2 – leia aqui

Curso Photoshop para Serigrafia – Puxando o Rodo Serigrafia

Você gosta de serigrafia? Deseja trabalhar nesse ramo ou já é um profissional no nicho, porém por experiência própria descobriu as muitas dificuldades no uso do editor de imagens, e você quer mudar essa situação também?

Já recusou trabalhos de serigrafia, porque não sabia utilizar os recursos essencial para serigrafia que o Photoshop dispõe?

Já se sentiu desanimado por ter que expressar a alguém que não fazia “aquele” gênero de de arte desta forma você perder um potencial cliente?

Você conhece o Melhor Curso Photoshop para Serigrafia? É exatamente aqui que ajudará você a se tornar um profissional absolutamente qualificado para fazer parte deste  nicho de mercado.

O que é o curso Photoshop para Serigrafia?

Esse curso de serigrafia foi desenvolvido pelo serigrafreiro de sucesso, Rafael Roan que, em sua jornada para aprender muito essa profissão, passou por todas as dificuldades de um inexperiente no mercado de serigrafia por não entender completamente todo o assunto.

Existem no mercado vários cursos sobre Serigrafia Photoshop, porém não cumprem a finalidade de ensinar passo a asso com didatica simples e eficaz.

Outros não contam tudo que é sabe e criam grandes frustrações para as pessoas. Aliás, há poucas informações tutorias sobre Photoshop para serigrafia nas redes sociais ou youtube.

Outras vezes se contradizem, confundindo quem quer aprender. Por essa razão, vários profissionais acabam fazendo apenas negócios fácil com imagens chapadas vetores no Corel Draw.

Quem é o Professor do curso?

rafael roan photoshop para serigrafia Rafael Roan é idealizador do Photoshop para serigrafia um curso ministrado pelo dono do maior canal do youtube e Instagram relacionados à serigrafia no Brasil .

Rafael dá leciona treinamentos de serigrafia desde 2015. Uma das maiores qualidades do professor é seu entusiasmo em ensinar cada alunos com a paciência e os detalhes extremamente ricos em informação.

O Treinamento faz muito sucesso, e sua qualidade é de excelência que conta com mais de 3 mil alunos. Os depoimentos desses alunos mostram que ele é a pessoa ideal para ensinar.

Depoimentos

O curso Photoshop para Serigrafia Funciona Mesmo?

O responsável pelo Curso Photoshop Serigrafia passou por cima desses vários outros obstáculos experimentou técnica nessa arte até chegar a ser um profissional muito sucedido.

O Photoshop para Serigrafia é um investimento barato é bastante lucrativo. Esse curso visa particularmente aos que já trabalham ou são proprietários de serigrafia no ramo e para quem possui dificuldades no processo da arte puxando o rodo curso de serigrafia, Pois é um treinamento Passo a passo do Básico ao profissional voltado para arte de fazer as estampas no photshop.

O primeiro processo da estamparia é o tratamento e a finalização da arte a ser estampada é essencial, ou seja, é a essencial da estamparia serigráfica, ai a necessidade de conhecer a fundo a técnica para dominar o que vai ser utilizado no photoshop como foco na serigrafia.

E para isso é necessário possuir um computador com o programa de edição de imagens, sendo dessa maneira para chegar a última etapa que é a gravação em si, e ter um bom resultado e conseguir o que o cliente espera de uma serigrafia excelente.

O Treinamento de Photoshop para Serigrafia é completamente passo a passo do zero ao avançado e compreende todas as técnicas de edição de imagens separações de cores para serigrafia.

Agora IMAGINE o Poder que você tem em suas mãos e alavancar a sua empresa serigráfica e deixando a concorrência para trás.

Veja os módulos que o treinamento do Rafael Roan Oferece

É dividido em três módulos que abordam a partir de a arte mas fácil, a Chapada, mostrando pela técnica da Quadricromia CMYK até o método de Indexados Simulados.

 

Módulo #01

  • Aula inicial para iniciantes
  • Artes chapadas configurando levels
  • Separação de cores com o Color Range
  • Stencil multicamadas
  • Economia de tintas no stencil
  • Duração: 4 horas e 51 minutos

Módulo #02

  • O que são cromias e retículas
  • Conheça os canais do Photoshop
  • Aprenda a reticular imagens
  • Monocromias cinza e branco
  • Monocromias cinza e preto
  • Monocromias em camisetas de qualquer cor
  • Adição e subtração de canais
  • Quadricromia CMYK
  • Criação de fundo chapado para CMYK
  • Quadricromia CMY+B em camisetas pretas
  • Aplicando a configuração correta do CMYK
  • Duração: 4 horas e 01 minuto

Módulo 3

  • Qual é a diferença entre simulado e indexado
  • Entenda as 5 etapas para um excelente simulado
  • Como criar base branca da forma correta
  • Capturando e configurando cores spot
  • Entenda como deixar sua arte revelável
  • Indexados tradicionais
  • Resoluções ideais para simulados e indexados
  • Economia de cores no indexado tradicional
  • Como verificar a densidade dos canais

Duração: 3 horas e 09 minutos

Módulo 4

  • Quando e como criar base dupla para simulados
  • Simulados que aproveitam a cor da camiseta
  • Simulados em camisetas brancas
  • Simulados em camisetas de qualquer cor
  • Duração: 56 minutos

Suporte ao Aluno

Você terá auxílio direto com o professor do curso, o Rafael Roan. Todas as suas perguntas podem ser postadas no grupo do Facebook, ou enviadas para o email do suporte. TODAS as suas dúvidas serão respondidas 😀

 

Todo esse teor foi elaborado com finalidade para que você tenha como editar as suas imagens com o máximo proveito das ferramentas do Photoshop, realizando desta forma um ótimo trabalho que certamente lhe trará bastante lucro você nunca mais precisará dispensar um usuário. veja no site: http://photoshopparaserigrafia.com/

O Curso é online e você poderá fazer no horário que você quiser onde quiser, o próprio Rafael lhe dará todo o suporte necessário. Você também participará do grupo restrito só para alunos do curso numa comunidade fechada no Facebook com o propósito de você tenha experiência  outros profissionais do nicho..

O Curso Photoshop para Serigrafia possui explicações detalhadas, claras fácil de todo o processo da Estamparia, sem esconder nada. Com esse conhecimento você se distinguirá de outros profissionais, com um trabalho de alta qualidade, e vai alavancar o seu negócio serigráfico, se tornará um uma empresa de sucesso no mercado.

 

photoshop para serigrafia é bom

 

 

veja mais: Design e arte quais as suas diferenças?

 

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)